Home » Curiosidades » Cães estão sendo treinados para detectar portadores assintomáticos do coronavírus
Curiosidades

Cães estão sendo treinados para detectar portadores assintomáticos do coronavírus

Cães farejadores médicos estão sendo treinados para identificar portadores assintomáticos do coronavírus. A iniciativa apoiada pelo governo francês afirma que caso tenham sucesso, o método permitirá que aproximadamente 250 pessoas sejam examinadas por hora.

Créditos: DHSC

Esses tipos de teste feito com cães já são bem conhecidos e utilizados para ajudar a rastrear uma variedade de doenças, incluindo câncer, malária e Parkinson.

Durante a pesquisa os cães recebem máscaras faciais dos pacientes com coronavírus para cheirar e descobrir se o COVID-19 tem um odor único que pode ser identificado pelos sentidos aprimorados do olfato de um cão.
A princípio, três cocker spaniels, dois labradores e um labradoodle estão participando treinamento intensivo na Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres (LSHTM).

Créditos: DHSC

Se o teste for bem-sucedido, poderá ser uma forma altamente eficiente e não invasivo de detectar a doença. Além de ser uma solução para a crise na falta de testes que muitos países estão enfrentando durante a pandemia.

Levará várias semanas até que o treinamento seja concluído e finalmente saber se os cães são capazes de identificar o coronavírus.

Créditos: DHSC

“Ainda é cedo para a detecção de odor do COVID-19. Não sabemos se o COVID-19 ainda tem um odor específico, mas sabemos que outras doenças respiratórias mudam nosso odor corporal, então há uma chance de isso acontecer. ” Disse o professor James Logan, chefe do departamento de controle de doenças da LSHTM.

“E se isso acontecer, os cães serão capazes de detectá-lo. Essa nova ferramenta de diagnóstico pode revolucionar nossa resposta ao COVID-19”. Concluiu o professor.

Viva mais histórias com o Hurb!