Home » Curiosidades » Casal diz ter adotado mulher que se passava por criança ‘Ela tentou nos matar!’
Curiosidades

Casal diz ter adotado mulher que se passava por criança ‘Ela tentou nos matar!’

Um casal de Indiana, nos EUA, foi acusado de abandonar um de seus filhos de apenas 9 anos de idade. Diante da repercussão do caso Michael Barnett e Kristine Elizabeth Barnett não negam que tenham abandonado alguém, mas se declaram inocentes justificando que o menor na verdade é ” uma adulta sociopata e psicopata “.

Segundo o casal, a história digna de um filme de Hollywood começou em 2010 quando adotaram uma garota chamada Natalia Grace, que estava no sistema de adoção há dois anos desde que chegou da Ucrânia nos Estados Unidos. Um médico que a examinou naquele ano determinou que ela tinha cerca de oito anos e também tinha uma forma de nanismo que a impedia de crescer além do tamanho de uma criança.

Mãe de 3 filhos, Kristine diz que sempre tratou Natalia como sua filha biológica e que jamais deixou de aceitar sua filha, mesmo sabendo que ela tem um problema raro nos ossos que causa baixa estatura, anormalidades ósseas e problemas de visão.

Kristine afirma que as verdadeiras vítimas são ela e sua família que foram aterrorizadas por anos pela impostora que ameaçou esfaqueá-los durante o sono, empurrou Kristine para uma cerca elétrica e derramou alvejante em seu café na tentativa de matá-la.

Além disso, Natalia pulava na frente de carros em movimento, passava sangue em espelhos, fazia coisas que ela jamais imaginaria que uma criança fizesse.  ”Todos os médicos confirmaram que ela sofria de uma doença psicológica grave, diagnosticada apenas em adultos”, diz.

“A mídia está mostrando como se eu tivesse abandonado um menor. Mas não há menor nesta história. Natalia já era uma mulher. Ela já menstruava e tinha dentes de adulto “, disse Kristine.

Veja também:  Homem transforma ambulância abandonada em motorhome

“Ela fazia declarações e desenhos dizendo que queria matar os membros da família, enrolá-los em um cobertor e colocá-los no quintal”, completa.

Diante de todos os acontecimentos, o casal decidiu pedir ajuda ao médico da família que solicitou um exame de densitometria óssea para estabelecer a idade de Natalia. O resultado do exame mostrou que a garota tinha pelo menos 14 anos de idade.

Um pouco mais tarde, o terapeuta de Natalia disse que em janeiro de 2012 Natalia contou para ele que tinha 18 anos de idade.

Em março 2012, um relatório médico diz que a data de nascimento de Natalia estava claramente errada e que ela provavelmente já havia feito uma carreira fingindo ser criança. Ele acrescentou no relatório que Natalia enganou a ele, aos pais e a outros médicos.

Atualmente o caso está sendo investigado pelo FBI, por acreditarem que pode haver alguma fraude imigratória envolvendo Natalia.