Home » Dicas de Viagem » Enoturismo: aproveite a época da vindima para viajar pelo Brasil
Dicas de Viagem

Enoturismo: aproveite a época da vindima para viajar pelo Brasil

Por Cátia Noronha, do blog Todas as Mães em Viagem

Já pensou em fazer uma viagem para as regiões de vinícolas em plena época de colheita das uvas? Pois saiba que essa é a época ideal para fazer uma viagem de enoturismo!

Quando a gente pensa em viagem + vinho lembra logo de roteiros de inverno, lareira, queijos e um foundue, não é mesmo? Mas você sabia que uma das épocas mais importantes para os produtores de vinho é agora, no verão?

Estamos da vindima, que é a colheita das uvas nas vinícolas. Em geral, as colheitas se estendem até o mês de março. Ou seja, espere por programações bem especiais nas vinícolas, como colheitas nos parreirais, pisa da uva e, claro, muita degustação!

Ah, e não pense que vinícola é passeio só de adulto, tá? Em muitos lugares dá para levar as crianças tranquilamente (em algumas vinícolas há, inclusive, suco de uva para os pequenos “degustarem”)

Sem contar que é uma ótima e deliciosa opção para aqueles que querem fugir do carnaval (mande esse post para o crush) que não curte o ziriguidum!

Separei algumas das regiões e vinícolas mais procuradas nesta época, tanto no Brasil quanto na América do Sul! Aproveite e Tim tim!!

Serra Gaúcha

É a mais importante região produtora de vinho do Brasil. Miolo, Casa Valduga e Salton são algumas das maiores e mais conhecidas do Vale dos Vinhedos, mas a variedade é imensa –  são mais de 500 vinícolas na localidade! De acordo com o Instituto Brasileiro do Vinho, o Estado gaúcho é responsável por 90% da produção nacional!

Em Bento Gonçalves existe a Estação Vindima nos meses de janeiro, fevereiro e março, um evento que já entrou para o calendário oficial de eventos turísticos do Rio Grande do Sul. A programação é variada e conta com atrações que valorizam a cultura e tradição da colheita das uvas.

Veja também:  Marca de cerveja oferece tour gratuito com degustação de chope em sua fábrica no interior de SP

Não deixe de fazer um dos programas mais imperdíveis da região: o passeio de Maria Fumaça na Serra Gaúcha, uma charmosa locomotiva que percorre as cidades de Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa. E como estamos falando de vinho, saiba que o tour ainda inclui a visita à vinícola Aurora! Aqui no Hurb você pode comprar o passeio e já se programar!

São Roque (SP)

A 60 km de São Paulo, a cidade de São Roque também é conhecida como a “Terra do Vinho” e abriga diversas vinícolas espalhadas pela Estrada do Vinho. Quinta do Olivardo e Vinícola Góes são as produtoras mais conhecidas da região. Ambas também promovem seus eventos para celebrar a safra das uvas.

A 9ª Pisa da Uva da Quinta do Olivardo acontece nos dias 18 e 26 de janeiro e 1 de fevereiro, das 10h30 às 16h. A colheita das uvas é seguida pela tradicional pisa em um processo manual que separa as uvas da casca do sumo e da semente. No pacote também está incluso o almoço, além de vinho e suco à vontade.

A Vindima Góes 2020 ocorre em quatro finais de semana entre os dias 18 de janeiro e 9 de fevereiro, sempre aos sábados e domingos, com horários das 10h, 11h30 e 13h. Os visitantes revivem as antigas tradições realizando a colheita e pisando as uvas. O passeio também inclui almoço no alto dos vinhedos, acompanhados de vinhos e sucos.

Roteiros internacionais do vinho

E para quem quer ir mais longe e visitar as melhores vinícolas da América do Sul em plena época da vindima, a dica são os nossos países vizinhos! Na terra dos hermanos, a província de Mendoza é responsável por 70% da produção de vinhos da Argentina. Uma das vinícolas mais conhecidas de Mendoza é a Bodega Catena Zapata. Dá para ir de Mendoza até Buenos Aires de avião em um voo bem curtinho e você ainda aproveita os encantos da capital argentina.

Veja também:  As atrações da semana da Parada LGBT de São Paulo

Já no Chile, nem precisa ser muito entendedor de vinho para já ter ouvido falar na vinícola Concha Y Toro, a maior vinícola do Chile e super pertinho de Santiago, dá para ir de táxi ou metrobus. Outra vinícola bem conhecida – e super acessível para quem está curtindo a capital chilena é a Santa Carolina.

E para finalizar esse roteiro do vinho, não podemos nos esquecer dos vinhos do Uruguai. A uva mais produzida na região é a tannat. Para quem está em Montevidéu, a dica é conhecer a Bodega Bouza, a vinícola mais perto e acessível (cerca de 30 minutos de trajeto). Aqui no Hurb tem um pacote para Montevidéu incrível que já inclui passeio às vinícolas. Também já escrevi um post aqui no Go Hurb com roteiro completo em Montevidéu! 

Se você curte vinho, inclua, pelo menos, uma vinícola no seu roteiro quando for viajar para qualquer uma dessas regiões! É imperdível!