Home » Curiosidades » Férias no Atacama (parte final)
Curiosidades Dicas de Viagem Internacionais

Férias no Atacama (parte final)

mão_deserto
Oi, tudo bom? Você vem sempre aqui? Deveria…

Olá, viajante! O último post desta série sobre o Atacama vem com mais dicas para a sua viagem ser um sucesso, digna de belas fotos e ótimas lembranças! Antes de sair correndo para o deserto, dê uma olhadinha no texto que acabou de chegar. =)

 

A Mão do Deserto (em espanhol: Mano del Desierto) foi esculpida pelo chileno Mario Irrázabal em 1992. Mario também construiu o Monumento Los Dedos em Punta del Este, no Uruguai. Gostou da foto? Quer ir ao Chile? Nós “damos uma mãozinha” com os nossos posts (clique aqui para ler o primeiro e o segundo).

 

campanario_toconao
O campanário de Toconao é bonito. Ah… a cidade inteira!

Já falamos sobre as atrações conhecidas, lugares lindos e coisas legais que você vai encontrar por lá. Contamos também sobre os eventos da temporada e povoados. Deixamos as cidades de Toconao, Socaire e claro, San Pedro de Atacama  para hoje, além de outras surpresas. Toconao fica a apenas 38km de San Pedro de Atacama e é como um oásis no meio do deserto, com água e árvores frutíferas. O nome significa “lugar de pedras” (“kunza tocknar”é pedra e “ao”, lugar). A sua arquitetura colonial tem detalhes diferentes das outras típicas na região. O campanário de São Lucas e a igreja foram construídos com pedra vulcânica. Lá, você encontra artesanato com a pedra e tecidos de lã de alpaca. Socaire também é famosa por essa lã típica e a sua gastronomia. Fica a 3 mil metros de altura.

 

Falando nisso, vamos às dicas para o dia-a-dia do “visitante do Atacama”.

Ar rarefeito: San Pedro está a 2,5mil metros de altura, então, espere que o seu corpo se adapte antes de praticar qualquer exercício ou grande esforço físico. Se for hipertenso, cuidados redobrados. Evite alimentos pesados e beba muita água. (Vale a pena ler o nosso post com “Dicas para o ar rarefeito não estragar a sua viagem“)
Água: a recomendação é comprar garrafinhas de água no comércio de San Pedro e ter sempre uma consigo durante os passeios. É importante manter o corpo hidratado, já que o ar é bem seco.

Veja também:  10 curiosidades sensacionais sobre o deserto do Atacama

Comércio e gorjetas: a maioria dos estabelecimentos funciona de 9 às 14 horas e das 17 às 22 horas. Já os restaurantes, agências de viagem e locais de hospedagem costumam ficar abertos das 8 às 24 horas. Em geral, nos bares, restaurantes e cafés a gorjeta consiste em 10% do que foi consumido. Os funcionários de hotel, guias turísticos e demais prestadores de serviço também costumam receber uma quantia simbólica.

lhama_atacama
Alguém já escolheu o seu modelito pra passear na cidade…

O que vestir: O deserto do Atacama está apto para o turismo durante o ano todo. A chuva não será um problema no deserto e a temperatura varia bastante. Durante o dia, é recomendável usar roupas de verão (short, camiseta, calças de tecido leve e roupa de banho). Para usar à noite, o indicado são roupas de inverno (calça, gorro, jaqueta  térmica, parka), já que a temperatura diminui bastante. Vale ressaltar que é importante levar agasalho em todos os passeios. Alguns viajantes levam boas roupas de frio por cima e roupas mais fresquinhas por baixo. Cada época tem a sua graça e agora é ideal para visitar o Salar de Uyuni (Bolívia), principalmente para não pegar as chuvas do altiplano que ocorrem no verão.
Acessórios: Se puder, leve óculos de sol, binóculos, boné e lanterna. Você vai notar a diferença na umidade do ar, mas não se engane: sol é sol. E o do Atacama é quentinho. Então, não esqueça do creme hidratante e do protetor solar!

geyser_chile

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O clima de San Pedro
Que o deserto é árido, você já sabe. Mas o clima da cidade, o astral é bem típico também. Como a cidade é bem isolada, um oásis, é considerada o ponto de encontro dos viajantes do mundo inteiro! A noite é bem agitada e os turistas socializam nos restaurantes e bares. Há viajantes de diversas tribos: mochileiros, motoqueiros, fotógrafos, cientistas e claro, todos aventureiros. Se você não fala espanhol, fique contente: os “atacameños” são super receptivos e  muitos brasileiros passeiam por lá.

Veja também:  Férias no Atacama (parte 2)

 

Duas visitas imperdíveis
Além de todas as atrações irresistíveis que falamos sobre a região, tem duas visitinhas que você pode fazer a pé, na cidade: para a Igreja San Pedro de Atacama e a Universidade Católica do Norte.

igreja_atacama
Essa construção é divina, mesmo!

A data de fundação da Igreja é desconhecida, mas se sabe que em 1641 funcionava como paróquia e os arcos na parte externa são de 1744. Ela fica na praça principal, é bem fácil de encontrar. A construção leva palha, árvores da região, cactos e couro de lhama.

 

museu_atacama
O museu faz você viajar no tempo!

Na Universidade está o Museu Arqueológico Padre Le Paige, que abriga as coleções arqueológicas e etnográficas recuperadas pelo padre – cerâmica, múmias, tecidos, etc. Os objetos da pré-história atacamenha despertam a curiosidade do público.

 

valle_luna
Aqui, você vai se sentir no céu (ou na Lua).
Valle de la Luna

 

Dicas de Fotografia

Já que você vai ver tanta coisa interessante, nada mais legal do que fotografar tudo isso. Não é exagero, TODAS as horas do dia são especiais para registrar: o amanhecer, a noite estrelada, etc. A primeira dica é usar tripé, especialmente pelo vento do entardecer. Veja as situações preferidas para clicar cada passeio: no Valle de La Luna e na Cordillera de la sal é mais do que válido fotografar no amanhecer e entardecer; na Laguna Miscanti y Meñiques, as fotos ficam mais especiais por causa da fauna (aves) e paisagem; a Laguna Cejar é um cartão- postal ao entardecer e o Atacama Salt Flat é a coisa mais linda, um mar… de sal!

 

salar atacama
Uma paisagem doce demais pra tanto sal =)

Falando nisso… conforme nós dissemos antes, aprecie, mas não coma. As pedrinhas de sal não estão aptas para o consumo: contém cianureto de sódio, que é nocivo e até letal. Para quem não entende de química, vamos simplificar: a ingestão causa queimação na língua, inflamação na mucosa gástrica, dor de cabeça, etc. e a inalação causa irritação nasal. Fique atento para aproveitar a sua viagem da melhor maneira possível.

Veja também:  Férias no Atacama (parte 1)
pan_palta
Pan con palta ou pão com abacate: irresistível! Os chilenos o temperam com sal e óleo ou limão e sal. Esse sal, pode!

Depois de tirar tantas fotos lindas, você tem coisa muito melhor do que pedras de sal para comer. Acredite, a gastronomia de lá vai deixar você bem contente! A quantidade de comida nos restaurantes é generosa. Além das pessoas simpáticas e do clima agradável, a comida é deliciosa: tem esse pãozinho aí de cima, geleias espetaculares, cazuelas (caçarolas de carne ou frango) e outras especialidades. Ficou com fome? Sinta o sabor do Atacama, então. Deguste a natureza, a liberdade e os bons momentos. Você vai ficar com “gostinho de quero mais”!  Esperamos que você tenha curtido as nossas dicas, pois elas são só o começo dessa maravilha. Bom apetite e boa viagem!

1 comentário

Clique aqui para comentar