Home » Nacionais » Guia HU: Bonito
Bonito Centro-Oeste Guia de viagem Mato Grosso do Sul Nacionais

Guia HU: Bonito

Um dos destinos mais procurados quando o assunto é ecoturismo, Bonito reserva surpreendentes roteiros e dias bastante ativos, que conquistam até os mais preguiçosos. Se você busca contato com a natureza, visuais e sabores marcantes, está no caminho certo. Separamos dicas e experiências para você ler e aproveitar.

VEJA AQUI OS MELHORES HOTÉIS E POUSADAS EM BONITO

Lago azul em Bonito
créditos: Hurb

Passeios

Planeje seu passeio com antecedência! Como a maioria dos passeios turísticos são agendados via agência, a melhor opção é pesquisar os preços e fechar negócio antes de viajar. Lembramos que grande parte dos nossos pacotes já incluem passeios para facilitar sua viagem. Basta entrar em contato com a prestadora de serviço e agendá-lo.

Bonito
créditos: Hurb

Os passeios mais procurados são o de flutuação no Rio Sucuri e no Aquário Natural da Reserva Ecológica Baía Bonita, nos quais o visitante é guiado pela própria correnteza do rio por cerca de 1 hora, em companhia de cardumes e água cristalina.

Outro passeio que reúne adrenalina e diversão é o Bóia-Cross, realizado pela parte nobre do Rio Formoso e que tem extensão de 1200 metros. Pelo percurso o turista passa por 5 cachoeiras e 3 corredeiras.

Pontos turísticos

Determinados pontos turísticos só são acessíveis via passeios, como é o caso da belíssima Gruta do Lago Azul, do Parque das Cachoeiras e do Abismo Anhumas.

Véu formado por uma das cachoeiras do Parque das Cachoeiras, em Bonito, Mato Grosso do Sul.
créditos: Hurb

No Parque das Cachoeiras o viajante tem o prazer de desfrutar quedas d’águas, tirolesas e piscinas naturais belíssimas, além de um almoço caseiro incluso normalmente no valor do passeio.

A Gruta do Lago Azul com seus degraus em pedra, sendo visitada pelos turista.
créditos: Hurb

Aos interessados em visitar a Gruta do Lago Azul, ícone de Bonito, Mato Grosso do Sul, indicamos o período entre dezembro e janeiro cujo a tonalidade da água encontra-se ainda mais vibrante. Para chegar até a gruta é necessário descer cerca de 300 degraus que exigem cuidado.

Veja também:  5 hotéis pelo Brasil que prometem se destacar em 2019

OBS: Durante esse período, os ingressos de visita se esgotam e são disputados com meses de antecedência. Então não deixe de se programar!

Interior do Abismo Anhumas, em Bonito, Mato Grosso do Sul.
créditos: Hurb

Mais conhecido como “O Buraco” pelos guias locais, o Abismo Anhumas é uma cratera gigante com cerca de 70 metros na qual os turistas descem de rapel. A descida é aconselhada para os mais corajosos, já que a altura surpreende e exige treinamento.

OBS: O treinamento de rapel obrigatório acontece um dia antes, às 18 horas, numa torre com 8 metros de altura. Cardíacos, diabéticos, obesos e portadores de problemas nervosos ou psíquicos não podem realizar a descida.

Praia da Figueira. Créditos: naturezatour.com.br

Outros pontos que não podem ficar de fora são:  O Buraco das Araras, o Abismo Anhumas, a Praia da Figueira e a Cachoeira Boca da Onça.

 

Onde comer

O centro da cidade concentra a maioria dos restaurantes e bares que oferecem peixes de água doce como traíra e pintado, junto às especialidades do pantanal como jacaré e capivara.

créditos: bonitoway.com.br

Aos que não curtem um paladar mais ousado, os tradicionais restaurantes de comida caseira são a melhor opção.

 

Vida noturna

Como as trilhas e passeios exigem bastante preparo, exagerar na bebida e dormir muito tarde podem não cair muito bem. Aconselhamos aos turistas uma leve caminhada pela Praça da Liberdade, outro ícone de Bonito, bem como um jantar por algum restaurante.

créditos: bonito.ms.gov.br

Pronto. Faça suas malas e aproveite cada segundo dessa viagem com o Guia Bonito do Hurb.

Se ainda não garantiu sua viagem, saiba que o Hurb possui os melhores preços e pacotes para Bonito.

6 comentários

Clique aqui para comentar

  • Seria possível enviar média de preço dos passeios conforme abaixo.:
    Flutuação no Rio Sucuri e no Aguario Natural da Reserva Ecologica Baia Bonita;
    Ingresso para Lagoa Azul

    • Olá Adenilda, tudo bem?

      Conforme perguntado, segue a média de preços que conseguimos reunir: uma flutuação no Rio Sucuri e no Aquário Natural da Reserva Ecológica Baia Bonita, saem em média 160 reais por pessoa. Porém, no Rio Sucuri crianças de até 5 anos não pagam nada e, no Aquário Natural da Reserva Ecológica Baia Bonita, crianças de até 12 anos pagam só 17 reais.

      Já os ingressos para a Lagoa Azul estão mais acessíveis, custando 45 reais por pessoa.

      Ah, e se for para Bonito não esquece de viajar com a gente. Confira esse incrível resort. Que tal?