Home » Dicas de Viagem » Guia HU: Lima
Dicas de Viagem Nacionais

Guia HU: Lima

Vista aérea de uma parte da cidade de Lima
Lima é muito mais que apenas uma cidade bonita! Cheia de histórias e uma vida agitada, a cidade encanta todos que a visitam!

Cidade histórica recheada de riquezas culturais, Lima também é uma cidade bem cosmopolita, cheia de atrações e pontos turísticos para se explorar.

De dia ou a noite, a cidade é viva! Com esse guia, você conhecerá um pouco mais de Lima e do que ela tem a oferecer!

Ruínas de Pachacamac

Parte das Ruínas de Pachacamac, antiga cidadela Inca de 1800 anos
É impressionante pensar que aqui já foi uma cidadela, com templos sagrados, casa de mulheres, leis e regras…

Em cada canto do Peru existem diversos sítios arqueológicos para se visitar. Mas nenhum deles se iguala a Pachacamac, a 40km da capital, Lima.

A cidadela, que tem por volta de 1800 anos e é maior que o parque do Ibirapuera, possui um museu, uma praça, 16 pirâmides, templos e até mesmo uma casa que era exclusiva para mulheres (a Mamacona), todos da época Inca.

Uma boa forma de ter uma noção do tamanho é subir até o Templo do Sol. Lá do alto você consegue ter uma vista incrível do oceano Pacífico e do Vale do Rio Lurín.

O tour vale muito a pena, é um dos principais de Lima e não pode ficar de fora de nenhum roteiro. Se estiver por conta própria, pode contratar um guia no local, mas se puder, vá por algum passeio turístico, pois além do transporte, o guia já vem junto!

Para entrar em Pachacamac você terá que desembolsar $8 Soles (em média R$ 6,00) e o horário de visitação é de 9h às 17h

 

Igreja e Convento de São Francisco de Assis

Fachada da Igreja e Convento de São Francisco de Assis
Aqui o ponto alto é visitar as catacumbas. Tem coragem?

Com uma arquitetura imponente, bem no Centro Histórico de Lima, está a Igreja de São Francisco de Assis.

Mas não é apenas uma Igreja, também é um museu e uma catacumba. Sim, no subterrâneo da igreja está uma galeria cheia de ossadas. Pode parecer um pouco mórbido mas é um passeio incrível e até bem divertido.

Veja também:  O que fazer nas cidades ao norte do Peru

A igreja em si é muito bonita, recheada com obras de arte e uma histórica rica em detalhes. Tudo isso mais a fachada a transforma em um conjunto arquitetônico inigualável.

O museu está aberto diariamente, de 9h30 às 17h30 e custa em torno de $7 Soles

 

Parque da Reserva

Túnel de água formado por uma das fontes no Parque da Reserva
Brincar na água é supergostoso! Agora quando a água é colorida e forma túneis, fica ainda mais divertido!

O Parque da Reserva é relativamente novo e muito, muito legal! É o tão chamado Circuito Mágico das Águas.

E é bem isso mesmo. Trata-se de um parque com 12 fontes gigantescas e interativas, de todos os estilos, formas e cores que entretêm adultos e crianças.

Uma forma bem divertida de passear pelo parque é pelo trenzinho, onde você pode ver uma boa parte das fontes.

O parque fica aberto o dia todo, mas os shows mesmo, com iluminação especial e águas dançantes, só acontecem à noite.

O Parque da Reserva funciona de quarta-feira a domingo, de 16h às 22h

 

Peña del Carajo

Pista cheia no Peña del Carajo
Para dançar, comer, beber e se divertir! Não deixe de ir ao Peña del Carajo pelo menos uma noite!

Então, faz parte de qualquer viagem conhecer um pouco da cultura local e isso também inclui as músicas e ritmos que embalam o povo local, certo?!

Por isso, Lima tem um lugar especial onde você não pode deixar de ir e se chama Peña del Carajo. Se prepare para ser absorvido pela música Criolla e dançar a noite toda!

 

Mercado Inca

Rua do Mercado Inca cheia de artesanatos e lembrancinhas
Cores, sabores e traquitanas mil no Mercado Inca. Impossível não comprar nada!

O Mercado Inca é o maior mercado de “rua” que tem em Lima e vende de tudo: roupas, brinquedos, decoração para casa, prataria, instrumentos musicais, acessórios….tudo muito colorido.

Algo que se encontra fácil por lá, são produto feitos com a lã de Baby Alpaca, considerada a melhor lã do mundo e, vamos combinar, deve ser uma delícia mesmo!

 

Huaca Pucllana

Parte das ruínas de uma pirâmide em Huaca Pucllana
No Peru se tropeça em ruínas e Huaca Pucllana é uma das maiores e principais de Lima! Não deixe de visitá-la!

Como já dissemos, o Peru é cheio de sítios arqueológicos e Huaca Pucllana é mais um que você tem que visitar se tiver oportunidade.

Veja também:  Atividades para fazer no Peru além de Machu Picchu - Parte 1

Ele foi um dos mais importantes centros sagrados da cultura Inca e sua forma piramidal é impressionante. La dentro você encontra um museu com todas as peças já encontradas nas escavações que fizeram.

Uma coisa bem bacana é que eles reproduzem afazeres da época em cada canto do sítio. Além disso, você também terá a chance de ver de perto Lhamas e Alpacas criadas ali!

Para entrar em Huaca Pucllana terá que desembolsar $ 12 Soles e está aberto diariamente de 9h às 17h

Larcomar

Deck externo de uma parte do shopping Larcomar, à beira do mar
Se fazer compras já é um barato, imagina com esse vistão!

Já que você fez seu caminho até Miraflores, aproveite também para conhecer o shopping mais bonito e mais inusitado: O Larcomar.

Inusitado pois ele fica em um penhasco acima do mar e não dá para se ver de qualquer ângulo. Tem um jeito certo de chegar e quando você está lá, a vista que se tem do mar é de tirar o fôlego.

Não é um dos shoppings mais badalados de Lima, mas vale a pena ir a um dos restaurantes e experimentar a culinária peruana ou tomar um sorvete no deck com aquela vista magnífica.

 

Museu Larco Herrera

Estátua feita de ouro em exposição no Museu Larco Herrera
Ouro, relíquias, adornos e “algunas otras cosas” se encontram no Larco Herrera. Visite!

Esse museu, que na verdade é uma mansão no centro de Lima, guarda peças da cultura Mochica.

Lá você terá acesso a jóias de ouro e obras de arte (ok, algumas um tanto inusitadas) únicas dessa cultura que viveu no Peru há 1000 anos atrás.

Peças como adornos para celebração religiosa, adornos de cabeça talhados em ouro, peças de argila e até uma sala erótica poderão ser vistos.

É um passeio bem bacana e você ainda pode ir na lojinha do museu e comprar réplicas e miniaturas das peças de argila!

Veja também:  Gastronomia peruana: Uma culinária cheia de história e tradição

O museu fica aberto de segunda a domingo, das 9h às 22h e o ingresso custa $ 30 Soles

 

Bairro de Barranco

Rua com casas coloridas e árvores floridas no Bairro de Barranco
As ruas charmosas de Barranco são um convite para um lanche no final do dia!

Talvez esse seja o bairro mais boêmio, jovem e atrativo turisticamente de Lima. É em Barranco que rolam as principais noitadas e onde estão os melhores restaurantes, bares e lojinhas.

Os turistas que não tem oportunidade de se locomover tanto para outras áreas da cidade escolhem Barranco para se hospedarem, justamente por ter diversas atrações relativamente perto.

Barranco é um bairro com clima de balneário por ter a única praia com areia (não é muito boa para o mergulho). Uma coisa bem bacana é a Ponte dos Suspiros. Reza a lenda que, antes de entrar na ponte você deve fazer um pedido e atravessá-la sem respirar, soltando um suspiro do outro lado.

Tags