Home » Curiosidades » 10 livros que despertam a vontade de viajar
Curiosidades

10 livros que despertam a vontade de viajar

Existem diversos tipos de viajantes: os mais aventureiros e radicais; os que procuram uma viagem mais sofisticada; os que querem conhecer tudo o que o destino em questão tem a oferecer; e existem aqueles viajantes que fazem as mais ricas viagens, sem saírem de suas casas.

E aí você me pergunta: quem são esses? E eu te respondo: são os leitores!

Créditos: Dreamstime.com

Quando um livro é bom, ele tem o poder de te transportar para o mundo retratado na história e quando a narrativa conta as mais diversas experiências de viagens, sendo reais ou não, os leitores sentem vontade de conhecer a cidade ou o país onde a obra acontece.

Pensando nesse tipo de literatura, o Hurb resolvemos selecionar 10 livros que, com certeza, te deixarão com muita vontade de fazer suas malas e viajar!

Comer, Rezar e Amar – Elizabeth Gilbert

Créditos: Submarino

Começamos indicando um best-seller muito famoso, que rendeu até um filme igualmente conhecido. Nessa obra, a autora Elizabeth Gilbert conta como, depois de um divórcio conturbado, resolve se desprender da sua estabilidade e sair viajando para se encontrar novamente como pessoa. O livro é dividido em três partes, representando os 3 países que Elizabeth visitou, todos expostos sob perspectivas diferentes.

Na Itália, o primeiro país, a autora narra com detalhes suas experiências gastronômicas, sem, é claro, deixar de descrever o que há de bonito no país. Esse capítulo, com certeza, vai despertar o seu apetite!

Na segunda parte do livro, vamos com Elizabeth conhecer a Índia, e é nessa parte que a experiência se torna muito mais espiritual e religiosa. Além dos costumes indianos, começamos a entender melhor sobre a religiosidade do local.

E, por fim, na última parte, a protagonista vai até a Indonésia e se depara com todas as suas belezas naturais. Esquecidos todos os traumas do passado, a Indonésia torna-se um lugar perfeito para que ela possa viver de novo um grande amor.

Uma curiosidade interessante sobre este livro é que todos os países começam com a letra I, que em inglês é o mesmo que “eu”. Comer, Rezar e Amar é uma história real de como se reconciliar consigo mesmo, realizando grandes viagens.

Um Lugar na Janela – Martha Medeiros

Créditos: lpm

Este livro é um dos preferidos dos leitores que gostam de relatos de viagem. Martha Medeiros conta a história de todas as suas viagens, tanto nacionais, quanto internacionais e, mais do que isso, pretende transmitir o seu amor genuíno por viajar.

Muito destinos são visitados, por isso, separamos os mais marcantes, começando por Santiago, no Chile. Martha já tinha visitado a cidade uma vez e não gostou muito, mas, com a chance de morar por um tempo em Santiago, ela se reconcilia com a cidade e mostra todos os pontos positivos de se viver na capital chilena.

Outro capítulo interessante é o que ela conta sobre sua excursão pela Grécia, passando por várias cidades. Nessa parte, a autora narra tudo o que ela viu de belo no país, desde as construções antigas até as paisagens marcantes, incluindo, é claro, a culinária do local.

Por fim, vamos com Martha e sua filha até Tóquio, no Japão, onde vemos o olhar da protagonista sobre a cultura japonesa. Há também um relato sobre a fantástica superioridade tecnológica presente no Japão.

Um Escritor no Fim do Mundo – Juremir Machado da Silva

Créditos: Scribd

Quem tem algum interesse pela Patagônia não pode deixar de ler este livro. Na obra, o autor Juremir Machado da Silva relata os 7 dias que passou nesse pedacinho de mundo, ao lado de sua esposa Cláudia e de seu amigo, o escritor francês Michel Houellebecq.

Apesar do que muitos podem pensar, não se trata de um guia de viagens, e sim do relato interessante das experiências de um homem na Patagônia, incluindo suas descobertas pessoais.

Mas não precisa ficar decepcionado, o autor descreve diversos pontos turísticos e até, indiretamente, dá dicas de bons restaurantes e hotéis. Por ser uma viagem de apenas 7 dias, os leitores ficam com um gostinho de quero mais e uma vontade ainda maior de conhecer a Patagônia.

Viagem por África – Paul Theroux

Créditos: Livraria Lumière

Este livro é um dos mais clássicos da lista, tratando-se de um diário de viagem de 600 páginas, em que Paul Theroux faz uma crítica social ao ex-colonizadores, regada a muito humor e sarcasmo.

O motivo principal de toda a crítica, é orientar aos leitores a enxergarem o que há de mais bonito e fascinante em todo o continente africano, desde as belas paisagens até a rica cultura dos seus nativos.

Além disso, Paul busca retratar a essência do povo africano, fazendo com que os viajantes se interessem não só pelo território, mas pelo possível relacionamento com as pessoas que ali vivem.

No Ar Rarefeito – Jon Krakauer

Créditos: Amazon

Os mais aventureiros vão adorar a história desse livro, já que Jon Krakauer conta tudo o que aconteceu durante sua escalada mais trágica pelo Everest.

Apesar de ser um relato um pouco triste, o autor narra todo o seu fascínio pelo Everest e pela Cordilheira do Himalaia em si, destacando os paraísos naturais e que chamam a atenção. Os viajantes que gostam de escalada, montanhismo e aventuras em geral, tem esse livro como leitura obrigatória.

Com certeza, No Ar Rarefeito é uma obra que, apesar da tragédia contada, inspira qualquer pessoa a conhecer os mistérios do Monte Himalaia, mesmo que não o escalando.

Mar sem Fim / Cem Dias entre Céu e Mar – Amyr Klink

Créditos: Amazon

Para terminar, separamos 2 livros muito interessantes do mundialmente conhecido explorador e navegador Amyr Klink.

No primeiro, Mar sem Fim, Amyr conta como resolveu deixar mulher e filhas para realizar o sonho de dar a volta ao mundo pelas águas da Convergência Antártica – fronteira entre as águas do Norte e os mares da Antártica.

Os 141 dias no mar são narrados de forma muito detalhista. A bordo de seu veleiro Paratii, Amyr relata as dificuldades da viagem, como tempestades e a quase colisão com um iceberg, além de contar tudo de belo que essa expedição o proporcionou ver.

Cem Dias entre Céu e Mar é muito parecido com o primeiro, exceto pelo destino, já que nessa obra o protagonista relata sua travessia de exatos 100 dias pelo Oceano Atlântico, a bordo de um pequeno barco a remo, que ele batizou como “lâmpada flutuante”.

Assim como em Mar sem Fim, Amyr procura descrever sua experiência com uma riqueza de detalhes incrível, te transportando com ele para essa aventura.

Pé na Estrada – On the Road –  Jack Kerouac

Créditos: Sem Serifa

Jack Kerouac influenciou uma geração e este clássico dos anos 50, é considerado um manifesto da geração beatnik, um movimento de jovens anti-materialistas e anti-conformistas. A história do Livro On The Road é narrada por Sal Paradise, que, com sua gangue de amigos percorre os EUA de leste a oeste, com poucos dólares no bolso.

Entre noites memoráveis de jazz, trabalhos ocasionais nada era maior que o verdadeiro propósito desta aventura: simplesmente cair na estrada. Dizem por aí que depois de ler “On the Road” de Jack Kerouac, Bob Dylan fugiu de casa e Jim Morrison fundou o “The Doors”. Definitivamente inspirador, não?!

Bravas Viajantes – Samantha Chuva, Gabi Raposo, Danieli Haloten, Louise Palma, Gabriella Morena, Priscilla Cassioli de Moraes e Tamy Rosele Penz

Créditos: Kobo

Esse livro é uma injeção de inspiração. Ele conta a história de Sete Bravas mulheres que viajaram sozinhas, superaram seus medos e escreveram a sua própria história.

Elas passaram por Chapada Diamantina, Patagônia argentina, Nova York, Alemanha, Tailândia, Vietnã, Laos, Camboja, Quênia à África do Sul,Tanzânia, Zimbábue, Botsuana e Namíbia.

No Brasil, na América do Sul, na América do Norte, na Europa, na Ásia, na Oceania e na África, essas mulheres percebem a força que têm e comprovam onde é o lugar delas: no mundo.

Mas você vai Sozinha? – Gaía Pasarelli

Créditos: Amazon

Quem aí já ouviu muito essa pergunta quando diz que vai viajar… sozinha? o/ Pois é com muito bom humor que Gaía Gasparelli relata no seu livro suas andanças pelo mundo e dá dicas de lugares que vão desde Nova York, passam por Veneza e Paranapiacaba.

1000 Lugares Para Conhecer Antes de Morrer – Patrícia Schultz

Créditos: Almanaque SOS

Esse livro agrada tanto viajantes quanto pessoas que adoram ler sobre lugares e culturas diferentes. Patrícia Shultz fez uma inacreditável seleção de lugares incríveis espalhados pelo mundo inteiro.

As dicas vão desde as belezas naturais a maravilhas criadas pelo homem. Além disso, há opções que cabem em todos os bolsos dentre elas: vilarejos encantadores que parecem ter parado no tempo, restaurantes deliciosos, reservas ecológicas e ruínas sagradas.

E aí? Já ficou com vontade de viajar, não é? Então faça suas malas, sem se esquecer de alguns livros, e coloque o pé na estrada!

Viva mais histórias com Hurb!