Home » Guia de viagem » O que fazer em Manaus: Roteiro completo para 7 dias
Guia de viagem Norte

O que fazer em Manaus: Roteiro completo para 7 dias

O que vem a sua mente quando você pensa em Manaus? Algumas pessoas pensam logo na Floresta Amazônica, outras nas tribos indígenas, e ainda nos bichos exóticos ou nos lugares desconhecidos. Talvez a cidade te passe a sensação de estar entrando no “Mundo perdido de Jurassic Park”, o que é bem legal, não é mesmo?

Mas a verdade é que Manaus vai além de uma simples porta de entrada para a Amazônia ou para um lugar desconhecido, ela possui uma série de atrativos turísticos e uma história cultural enraizada que vão te surpreender. 

Pensando nisso, criamos um roteiro de 7 dias pra você saber o que fazer em terras manaurasPrepare as malas e vem com a gente!

O que fazer em Manaus
Créditos: Toda matéria / Prefeitura de Manaus / Toda matéria

 

Quando ir?

É possível visitar Manaus o ano inteiro. O calor na região é constante e a chuva faz parte da experiência. Com apenas duas estações: a seca e a chuvosa, cada uma proporciona uma vivência diferente. Então, vale super a pena conhecer a cidade nas duas épocas. 

A estação chuvosa (inverno) vai de Dezembro a Maio, e é o período das chuvas regulares, onde os níveis dos rios sobem e as temperaturas ficam mais amenas. As faixas de areia nas praias ficam submersas, mas é possível conhecer os igapós e explorar a floresta por meio de canoa.

Na estação de seca (verão) que vai de Junho a Novembro, quase não chove na região. Os dias são bem quentes, o nível dos rios baixam e formam as praias fluviais. É a época ideal para trilhas e pesca.

 

Roteiro de 7 dias em Manaus

Dia 1: Passeio Encontro das Águas e Parque Janauari

A embarcação sai do porto de Manaus em direção ao encontro das águas dos Rios Negro e Solimões, mas no passeio também é possível visitar o Parque Ecológico Janauari, que inclui um restaurante flutuante, galpão de artesanatos, caminhada ecológica para conhecer as vitórias-régias, e a contemplação ou pesca do Pirarucu, o gigante das águas amazônicas.

O que fazer em Manaus: Roteiro de 7 dias
Créditos: Roteiro RDC / Viviane Bevervanco

Alguns roteiros incluem visita à aldeia indígena e à interação com os Botos. Como não são todos que oferecem, é sempre bom perguntar.

O que fazer em Manaus: Roteiro de 7 dias
Créditos: Viviane Bevervanco

Além disso, o banho com os Botos passou a ter uma fiscalização mais rigorosa, limitando dias e quantidade de pessoas, por exemplo. A atividade custa R$20,00 e é paga no local.

O que fazer em Manaus: Roteiro de 7 dias
Créditos: Viviane Bevervanco

 

Veja também:  O espetáculo das luzes das Cataratas do Niágara no Festival de Inverno

Dia 2: MUSA, Bosque da Ciência e Teatro Amazonas

Diferente dos museus convencionais, o MUSA conta com exposições, jardim botânico, laboratórios, trilhas e uma torre de observação. Da torre é possível observar a imensidão da floresta e as copas das árvores. A visita pode ser feita com ou sem guia. As duas experiências são incríveis!

Aberto todos os dias das 8h30 às 17h (portão de entrada fecha ás 16h). Fechado ás quartas-feiras.

Preços: R$50 com guia e R$30 sem guia.

O que fazer em Manaus: Roteiro de 7 dias
Créditos: MTur Destinos / MUSA

Outro pedacinho da floresta em meio a cidade e que vale super a pena visitar é o bosque da ciência. Inaugurado em 1995, em homenagem aos 40 anos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), conta com uma série de atrativos que incluem tecnologia, exposições e muito contato com a natureza.

Você pode visitar o viveiro de ararinhas, o tanque de peixe-boi, fazer uma trilha suspensa, conhecer uma tanimbuca, árvore que pode atingir 45 metros de altura, que tem mais de 600 anos, entre outros.

A entrada é gratuita para crianças até 10 anos e pessoas a partir de 60 anos. Os demais pagam R$5,00.

Aberto de terça à sexta, das 9h às 12 horas e das 14h às 16 horas. Sábados, domingos e feriados de 9h às 16 horas.

O que fazer em Manaus: Roteiro de 7 dias
Créditos: Em Tempo

Para fechar o dia, que tal assistir um espetáculo num dos cartões-postais da cidade? Construído em 1896, durante o ciclo da borracha, o Teatro Amazonas se tornou o principal Patrimônio Artístico Cultural do Amazonas. Como alguns eventos são gratuitos, vale a pena consultar a programação antes de ir! 

Créditos: MTur Destinos

 

Dia 3: City Tour e Praia da Ponta Negra

Nada melhor do que fazer um city tour para conhecer os principais atrativos da cidade de forma fácil e confortável, já que eles não ficam próximos uns dos outros. O roteiro geralmente inclui o Palácio Rio Negro, Palacete Provincial,  Largo de São Sebastião, Porto de Manaus e o centenário Mercado Municipal Adolpho Lisboa, que também foi construído durante o ciclo da borracha, e você encontra artesanatos, ervas medicinais, pescados, culinária local, e muito mais.

Créditos: Viviane Bevervanco

Dica: Aproveite para experimentar o X caboquinho, sanduíche típico do Amazonas, feito com pão francês, queijo coalho, tucumã e banana frita.

Créditos: Portal do Marcos Santos

A praia fluvial da Ponta Negra fica localizada no bairro mais nobre de Manaus, levando até 1 hora de distância do centro da cidade. Recentemente, ela passou por um processo de revitalização e ganhou um calçadão de pedras portuguesas, um anfiteatro, mirantes e vários quiosques.

A dica aqui é a aproveitar para se refrescar durante a tarde, experimentar comidas típicas e curtir o pôr-do-sol! Caso queira, é possível se hospedar no Tropical Executive Hotel, o hotel mais famoso da região que fica ao finalzinho da praia.

O que fazer em Manaus: roteiro de 7 dias
Crédito: Sanderlei Silveira

 

Veja também:  Presidente Figueiredo, literalmente cenário de novela

Dia 4: Presidente Figueiredo

Mais conhecido como a Terra das cachoeiras, o município é parada obrigatória para quem curte grutas, cavernas e claro, muita cachoeira. Localizado a 107 km de Manaus, você pode alugar um carro ou adquirir um passeio que inclui as principais cachoeiras da região, transporte e guia. 

Fizemos um post bem legal com dicas do que visitar por lá, e pra acessar é só clicar aqui.

Manaus: roteiro de até 7 dias
Créditos: Mala de aventuras

 

Dia 5 e 6: Selva Amazônica

Reserve pelo menos 2 dias para se aventurar na selva amazônica. Alguns hotéis de selva possuem traslado saindo de Manaus, all inclusive e diversas atividades como caminhada na selva, acampamento, focagem noturna de jacarés, pescaria, visita à comunidade indígena, entre outros.

Créditos: Divulgação

 

Dia 7: Praia da Lua e Museu do Seringal

Considerada como uma das melhores praias de Manaus, a praia da Lua ganhou esse nome devido ao formato de lua que seu banco de areia faz em meio ao Rio Negro. 

É preciso ficar atento aos períodos das estações. Em época chuvosa, as faixas de areia desaparecem, inviabilizando o passeio. Para chegar é necessário pegar um barco que sai da Marina do Davi e a viagem dura no máximo 10 min.

7 Praias pra você curtir em Manaus
Créditos: MTur Destinos

Leia também: 7 Praias pra você curtir em Manaus

Aproveite e estique o passeio até o Museu do Seringal, criado para cenas do filme “A Selva”, de 2002, que retratou a vida da comunidade local no ciclo da borracha. O local se tornou tão representativo que acabou se transformando num museu.

O passeio inclui visita a casa do Barão da Borracha, a capela,  o armazém,  casa de farinha, os casebres ou taperas (local onde os seringueiros  moravam), e muito mais. 

A visita é guiada e custa R$5,00. Aberto de terça a domingo, das 8h às 16h

Museu do seringal
Créditos: Casal Nômade

 

Veja também:  Bonito (MS) vai sediar o evento de ecoturismo mais importante do mundo

Dicas para sua viagem:

  • Use roupas leves, protetor solar e repelente.
  • Leve capa de chuva. Pode chover a qualquer momento!
  • Se hidrate sempre!
  • Aproveite para comprar óleos medicinais, como óleo de andiroba e copaíba.
  • Tenha sempre uma quantia em dinheiro, alguns lugares não aceitam cartão.
  • A maioria dos atrativos turísticos não funcionam às segundas-feiras. Fique ligado!
  • Se você for na época das chuvas é importante verificar como vão estar algumas praias, não sendo possível visitá-las, aproveite para explorar outros lugares.

Bora embarcar nessa aventura? Então viva mais histórias com o Hurb!