Home » Curiosidades » O que você precisa saber sobre o Coronavírus e como se prevenir
Curiosidades

O que você precisa saber sobre o Coronavírus e como se prevenir

Em dezembro de 2019, o coronavírus (Covid-19) começou a circular na cidade de Wuhan, localizada na China e desde então a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou emergência pública de saúde internacional. Na data de hoje, 18 de Março, já são 166 países com casos confirmados, incluindo o Brasil.

coronavírus
Créditos: topview

De acordo com os principais órgãos de saúde, o Hurb reuniu algumas informações importantes e necessárias que você precisa saber para se prevenir e também se acalmar. Confira!

O que é o coronavírus?

O coronavírus têm formato de uma coroa e é de uma família de vírus já conhecida desde 1960 e causa infecções respiratórias. A Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers) também são provenientes do coronavírus. Em dezembro de 2019, foi descoberto um novo surto da doença, sendo nomeado como Covid-19.

coronavirus
Créditos: diariodegoias

Como acontece a transmissão?

A transmissão pode ocorrer de três maneiras:

  • Por vias respiratórias, como: pelo ar, por gotículas de espirros e saliva;
  • Por contato físico, como: beijos, abraços e aperto de mão;
  • Por contato com superfícies contaminadas, como: corrimão, botão de elevador, maçaneta.

Quais são os sintomas?

Os sintomas mais comuns, são: tosse seca, febre e cansaço. Porém, alguns pacientes podem sentir, também, dores no corpo, congestionamento nasal, inflamação na garganta ou diarreia.
Pacientes que já tenham alguma doença (diabetes, hipertensão, doença cardiovascular), os outros sintomas, são: síndrome respiratória aguda e insuficiência renal.

Como se prevenir?

  • Lavar as mãos com água e sabão ou álcool gel, mas nunca usar somente água;
  • Lavar as mãos até o pulso e entre os dedos também por, pelo menos, 20 segundos;
  • Evitar tocar mucosas dos olhos, nariz e boca, mesmo que esteja com as mãos higienizadas;
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  • Superfícies também devem ser higienizados, como corrimão e maçaneta;
  • Evitar o compartilhamento de objetos pessoais, como: talheres, copo e toalha.

Coronavírus tem cura?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, ainda não há cura e nem um tratamento definido. Somente a chamada “cura espontânea”, quando o próprio corpo reage à infecção. 

Já existe vacina para prevenção?

Ainda não existe vacina, porém alguns países, como: Rússia, China e Estados Unidos, já avançam em suas pesquisas e análises em busca de uma vacina contra o coronavírus e a previsão dos primeiros testes é que comecem em até dois meses.

É possível ser infectado mais de uma vez?

Há notícia de um caso de reinfecção no Japão, porém cientistas ainda não confirmaram se existe essa possibilidade, de fato. A informação existente diz que o mais provável é que, após a infecção, a maioria das pessoas criem imunidade contra o coronavírus.

Como é feito o tratamento?

Ainda não existe um tratamento específico para curar o Covid-19, somente tratamento para aliviar os sintomas. O Ministério da Saúde indica repouso, consumo de bastante água e medicamentos para dor e febre.

Qual faixa etária e qual a taxa de mortalidade?

Uma pesquisa feita com mais de 40 mil pacientes, informa que 80% dos casos não são graves. A maior taxa de mortalidade (14%) está entre pessoas com mais de 80 anos; pacientes com idade entre 70 e 79 anos, a taxa de mortalidade é de 8%; já pacientes com idade entre 60 e 69 anos, a taxa de mortalidade chega a 4%.

Vale ressaltar que, em média, apenas 2% dos casos podem se tornar mais críticos, sendo assim, o mais importante é sempre cuidar da higienização pessoal. É necessário sempre manter a calma e não se alarmar, afinal, 98% dos casos evoluem de maneira positiva.

Encomendas vindas da China podem conter o vírus?

De acordo com a OMS, a probabilidade de uma pessoa se contaminar através de mercadorias é muito pequena, pois o vírus não resistiria a movimentação e diferentes condições de temperatura e ambiente percorrido durante uma viagem.

Está com suspeita? Veja como proceder.

Caso haja suspeita e sintomas, o ideal é evitar sair de casa, circular em lugares fechados com muitas pessoas e pouca ventilação, além de manter uma distância mínima de 1 metro de qualquer pessoa. Lembrando que 80% dos casos, os sintomas do coronavírus são leves e semelhantes a uma gripe. 

Para maiores informações e dúvidas, você pode acessar os órgãos oficiais: www.saude.gov.br e www.portal.anvisa.gov.br

Fontes: saude.gov.br; portal.anvisa.gov.br; bbc.com; g1.globo.com; e terra.com.br

F.A.Q Hurb