Home » Curiosidades » Tecnologia permite que pessoas cegas “vejam” Monalisa e outras obras de arte em museus
Curiosidades

Tecnologia permite que pessoas cegas “vejam” Monalisa e outras obras de arte em museus

A Monalisa é vista por quase 6 milhões de pessoas por ano, mas uma empresa mostrou que esse número poderia aumentar ainda mais e mudar a experiência de estar em um museu para algumas pessoas.

Créditos: superinteressante

A 3D Photoworks é uma empresa especialidade em fornecer impressão tátil de obras de arte para cegos e deficientes visuais. A empresa desenvolveu uma tecnologia que permite que a população cega desfrute de arte e fotografias adquirindo informações através do toque.

Créditos: NOCTULA Channel

As impressões têm comprimento, largura, profundidade e textura, além de sensores que são incorporados nas impressões e que quando tocadas, ativam um áudio.

Créditos: Yahoo News

A tecnologia já está disponível para quadros famosos, como a Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, o Retrato de Dr. Gachet, de Van Gogh, e Washington Atravessando o Delaware, de Emanuel Leutze.

Créditos: National Geographic

“Normalmente, num museu de arte, você terá coisas como pinturas penduradas na parede ou peças atrás de vidros. Para uma pessoa cega andando por esse museu, ela não pode acessar essa arte. Não tem nada para descrevê-la, não tem braile, audiodescrição, não tem nada”, afirma Lou Ann Blake, da Federação Nacional de Cegos dos EUA.

Créditos: Q13 FOX News

“É assim que uma pessoa cega experimenta as coisas, através do toque. Mesmo que eu tenha perdido a visão, ainda amo a arte. Isso não muda. Mas o tipo de arte que estou buscando, isso muda. Agora busco arte tátil, porque consigo apreciá-la”, ela completa.