Home » Internacionais » Tóquio – Um roteiro fantástico entre passado e futuro.
Dicas de Viagem Internacionais

Tóquio – Um roteiro fantástico entre passado e futuro.

O Japão é um país milenar: um povo simples, repleto de crenças, história, rica cultura e quarta maior economia mundial, esbanja criatividade e modernidade sem abrir mão das tradições mais fortes.

Por essa razão, o Viajante HU apresenta um roteiro incrível para quem deseja conhecer boa parte da capital, Tóquio – um roteiro fantástico entre o passado e o futuro.

Os templos

Começamos nossa viagem pelas paisagens icônicas de Tóquio, a beleza e suntuosidade de seus templos nos inspiram à religiosidade e a fé. O povo japonês em sua grande maioria é xintoísta ou budista, abrangendo quase 89% da população. Os templos geralmente são construções antigas preservadas e reservadas por seus mantenedores, a maioria deles está localizado em Tóquio.

O Santuário Meiji, no bairro de Shibuya, anualmente recebe mais de 30 milhões de pessoas por ano. Um local de construção histórica, com mais de 100 anos, destinada a devoção aos espíritos deificados do Imperador Meiji e sua esposa, a Imperatriz Shōken. Ao contrário de outros pontos da cidade, o templo é considerado um local de relaxamento. Possui uma belíssima floresta de 700 mil metros quadrados, prédios históricos e espaços para orações. Boa parte de sua estrutura original está preservada.

Em Asakusa, o Templo Sensoji é conhecido como o templo budista mais antigo de Tóquio, construído no ano 645. Tal como o Meiji, este templo atrai mais de 30 milhões de turistas por ano. A entrada pelo portal Kaminarimon é o começo da viagem pelas religiosidade shintoista: portanto, estando no templo não deixe de acender um incenso e admirar a gigantesca estátua da deusa Kannon. Na rua Natamise-dori, fique livre para comprar artigos japoneses e lembrancinhas.

Shibuya, Harajuku e Roppongi

Para quem não conhece, Shibuya e Harajuku é onde estão localizados os imensos letreiros e telões luminosos símbolos da cidade.  Os dois bairros são os points mais agitados durante o dia e a noite.

Veja também:  Hotel no Japão oferece quarto com simulador de voo

Shibuya

Shibuya é o centro comercial, onde a massa de adolescentes se concentra, por causa das principais lojas de moda jovem do Japão, como Shibuya 109 e Tokyo Hands. O bairro também tem muitas boates, bares, karaokês e até streapteases.

Uma atenção especial para a famosa estátua Hachiko: o cachorro imortalizado na lembrança dos japoneses por ficar muitos anos esperando seu dono em frente a uma estação do metro.

Chegando em Shibuya, pegue a saída Hachiko e atravesse o famoso Shibuya Crossing e vá para um dos melhores distritos comerciais da cidade. Confira as grandes lojas de departamento. Coma um lanche para que você consiga chegar à 1:00 da tarde e evite o almoço no meio-dia a 1: 00h.

Almoçando em Shibuya

Não esqueça que todas as lojas de departamentos em Shibuya têm seções de restaurantes enormes.  Além das maquininhas de bichos de pelúcia, outras coisas que são frequentemente encontradas são máquinas que vendem comida e bebida pelas ruas, assim como a oferta de restaurantes e lugares de street food.

Ainda em Shibuya, pegue a linha Yamanote, uma parada norte até Harajuku. Caminhe a oeste da estação (atravesse a ponte) e entre nas belas terras do Santuário Meiji-jingu. Depois de visitar o santuário, caminhe até a estação e dê um passeio ao longo da rua Omotesando, parando para o café ao longo do caminho para recarregar.

Harajuku

Já Harajuku é o nascedouro da cultura cosplay, que a ideia é andar por aí vestido como personagens japoneses. A Takeshita-dori é rua principal do bairro, sempre fica lotada de adolescentes em busca de novas tendências de roupa.

Pegue a linha Yamanote duas paradas para o sul de Harajuku para a Estação Ebisu, depois mude para o metro da linha Hibiya e dê duas paradas para o leste até Roppongi.

Roppongi

Roppongi é o distrito de vida noturna mais popular de Tóquio para estrangeiros. As ruas estão repletas de restaurantes, bares e clubes que não-japoneses podem entrar confortavelmente e esperar menus ingleses ou funcionários de língua inglesa. Experimente um bom jantar em Roppongi.

Veja também:  Conheça o homem que está cruzando o pacífico nadando

Enquanto Roppongi é mais conhecido como um destino de vida noturna, estes dias também está se tornando um lugar para ir durante o dia, com a abertura de centros comerciais e culturais como Roppongi Hills e o complexo de Tóquio Midtown.

Asaka

Este é um ótimo lugar para aqueles que querem estar perto da ação. Ao norte de Roppongi, Akasaka é onde os políticos de Tóquio e os empresários de elite jantam e bebem. É o lar de alguns bons hotéis e restaurantes de alta qualidade.

Centro de Arte Nacional de Tóquio (museu de arte)

Um dos melhores museus de arte de Tóquio, este soberbo museu coloca uma grande variedade de shows ao longo do ano, incluindo arte japonesa, arte de outros países asiáticos e arte ocidental. É altamente recomendável. Verifique o site do Centro Nacional de Arte de Tóquio para obter detalhes sobre os próximos shows.

Roppongi Hills Shopping

Este enorme complexo no extremo oeste de Roppongi é um bom lugar para algumas compras e uma refeição ou bebida quando em Roppongi. O complexo está ancorado pela torre de Mori de 54 andares, que tem um deck de observação no piso 52 e um “Sky Deck” na cobertura. É um ótimo lugar para verificar a visão de Tóquio, especialmente depois do anoitecer. A livraria Tsutaya (juntamente com o Starbucks necessário) aqui é um lugar agradável para se sentar e ler.

Museu de arte de Mori (museu de arte)

Nos andares 52 e 53 da Torre Mori, esse “museu” de arte comercial já oferece shows sempre em mudança, alguns dos quais são bastante bons. Verifique o que está acontecendo antes de pagar a taxa de admissão.

Tokyo Midtown (shopping / jantar / complexo de entretenimento)

Algo semelhante ao complexo Roppongi Hills, este enorme complexo de compras, restaurantes e entretenimento sofisticado é ancorado pelo Ritz-Carlton Hotel. Este é um bom lugar para uma refeição ou bebida enquanto está neste final de Roppongi.

Veja também:  Frio na espinha: veja os 5 destinos turísticos mais assustadores do mundo

Museu de arte de Suntory (museu de arte)

Localizado no complexo de Midtown de Tóquio (veja acima), esta bela galeria / museu de arte privada coloca uma variedade de bons shows com foco em tradições artísticas japonesas. Verifique o que está acontecendo antes de decidir entrar.

Santuário de Nogi-jinja (santuário de xintoísmo)

É o extremo norte de Roppongi, este santuário pacífico é dedicado ao general Nogi, que levou os japoneses à vitória na guerra russo-japonesa. É um local muito agradável para uma pausa tranquila enquanto explorava o movimentado Roppongi.

Os parques de Tóquio

Tóquio também é conhecida pela beleza de seus parques – seja na época do Sakura – quando as centenárias cerejeiras oferecem a belíssima visão da primavera, encantando à todos – seja ao longo do ano todo, os parques são sempre um convite à piqueniques familiares, uma excelente oportunidade para conhecer a vida cotidiana do povo japonês.

Três parques muito importantes:

Parque Yoyogi

Famoso local de encontro para clubes, atores e dançarinos, muitas vezes decorados em equipamentos rockabilly. Também é conhecida pela sua floresta de ginkgo, especialmente espetacular no outono.

Parque de Ueno

Antigos jardins de templos, convertidos em um espaçoso parque de estilo ocidental.

Jardins de Kyu-Furukawa

Kyu-Furukawa combina tradições ocidentais e orientais, com um jardim de rosas inglês, bem como um jardim japonês.

[pjc_slideshow slide_type=”toquio-um-roteiro-fantastico-entre-o-passado-e-o-futuro”]

Agora que você conhece um roteiro exato para começar sua viagem por Tóquio, corra lá no Hotel Urbano e viaje com tranquilidade e conforto. Viajar é possível!