Home » Internacionais » Ilhas Maldivas: saiba o que fazer em três dias na incrível capital Malé
Ásia Dicas de Viagem Ilhas Maldivas Internacionais Malé

Ilhas Maldivas: saiba o que fazer em três dias na incrível capital Malé

Quando se pensa sobre as Ilhas Maldivas o que idealizamos é um destino exótico, repleto de belezas naturais, propícia para casais que curtem a natureza ou turismo de aventura. Mas o que escolher, dentre mais de 1.200 ilhas? Malé, a capital das Maldivas pode ser o destino ideal para quem quer luxo e sofisticação em meio à natureza exuberante.

Ilhas Maldivas
créditos: Pixabay

As praias das Maldivas são consideradas as melhores praias do mundo, localizada no Oceano Índico. Embora seja um país com a mais baixa altitude do mundo (2,3 metros do nível do mar, e a altitude média do país é de 1,5 metro), a capital Malé está a 90 centímetros do nível do mar e tem cerca de 150 mil habitantes. Suas praias tem areias brancas puríssimas, águas cristalinas e um ecossistema subaquático muito diversificado. Esse refúgio tropical costuma aparecer em listas de todos os tipos de viajantes.

26 atóis compõem as ilhas.  Seus recifes de corais são brilhantemente coloridos, com mais de mil espécies marinhas impressionantes, encantam até mesmo os mais experientes dos viajantes. Nesse roteiro de três dias em Malé, você poderá conhecer uma síntese das Ilhas Maldivas, se encantar com alguns de seus atóis e suas belezas naturais.

Ilhas Maldivas
créditos: Pixabay

Percorrendo Malé:

As Ilhas Maldivas é considerada como um dos destinos mais seguros do mundo. Este é um roteiro de luxo de 3 dias para ajudá-lo a aproveitar ao máximo seu tempo nas Maldivas. Prepare-se para comprar tigelas de cerâmicas trabalhadas em laca para se recordar e dar de presentes, pois você nunca mais se esquecerá dessa aventura. Vale lembrar que as Ilhas Maldivas é um país muçulmano, portanto, o álcool é proibido. Você pode, no entanto, tomar seus drinks num dos diversos resorts e hotéis. Biquínis e maiôs são permitidos apenas nos resorts.

Veja também:  Hotel flutuante proporciona experiências incríveis e paisagens paradisíacas

peças de porcelana e laca

Como se locomover nas Ilhas Maldivas:

O melhor é usar as lanchas e balsas públicas (também conhecidas como veleiros dhoni), elas são a maneira mais fácil de se movimentar nas muitas ilhas que farão parte do seu itinerário nas Maldivas. Os hidroaviões ligam as ilhas distantes e são bastante caros. É aconselhável pedir ao seu hotel que organize os traslados para você. Se não, um dhoni deve custar cerca de Rf1500 a Rf2000 (o equivalente a R$ 32,84/ R$ 43,00) por dia. Lembre-se de que todos os resorts têm uma taxa de inscrição própria.

A maioria dos resorts tem o prazer de planejar expedições diárias para as atrações turísticas nas proximidades, utilizando as próprias opções de transporte do resort. Os únicos lugares onde os visitantes podem viajar nas estradas são em Malé e no atol mais ao sul de Addu. Os nativos viajam principalmente de moto, mas se você estiver viajando em Malé, encontrará muitos táxis para levá-lo ao seu destino.

Ilhas Maldivas
créditos: Pixabay

Coisas incríveis para fazer em Malé em 3 dias:

Dia 1

Malé é a capital movimentada e o coração do turismo nas Maldivas. Existem voos regulares de e para a maioria das principais cidades do mundo. O aeroporto fica na Ilha de Hulhule, a cerca de 2 km da cidade. Um curto trajeto de balsa conecta as duas ilhas. Enquanto Malé oferece excelente conectividade de barco para os atóis e ilhas vizinhas, você pode alugar uma scooter ou uma bicicleta para passear pela cidade. Além disso, é muito fácil chamar táxis em Malé.

O Malé é uma pequena capital, mas com uma atmosfera calorosa e convidativa, exatamente o tipo que uma capital movimentada deveria ter. Acolhedora, quente e colorida, sem espalhafato das grandes metrópoles. Possui um Centro Comercial contemporâneo com abundante beleza natural . O turismo é a sua maior fonte econômica.

Veja também:  As coisas mais bizarras esquecidas nos quartos de hotéis

Alguns pontos são impressionantes como a Mesquita da Grande Sexta e o Centro Islâmico. Ambos servem como os marcos arquitetônicos mais importantes da cidade e são locais essenciais para visitar nas Maldivas. Passe um dia inteiro no caloroso abraço da Ilha Hulhumale. Nessa ilha tem uma excelente praia artificial que atrai muitos turistas.

Centro Islâmico
créditos: fotoviajar.com

Dia 2

Depois de passar a noite na Ilha Hulhumale, aqui estão algumas outras coisas que você pode explorar no seu segundo dia. Faça a excursão Submarino da Baleia (Whale Submarine) para desenvolver uma melhor compreensão da vida em um recife. De todas as muitas coisas turísticas para fazer nas Maldivas, este vai ficar marcado pra sempre.

Você deve aproveitar para conhecer o Museu Nacional das Maldivas, em Malé, fica na única parte do palácio do sultão que ainda está de pé . Exposições incluem muitas das posses do sultão, incluindo roupas, móveis, tronos, armaduras e fotografias da família real. O museu também contém raras estátuas budistas e um cenotáfio que remonta aos tempos em que as Maldivas ainda eram uma nação budista.

Ilhas Maldivas
créditos: sandgatemaldives.com/submarine

Dia 3

Considerando toda a beleza intocada, Kuda Bandos é uma parte imperdível do seu roteiro pelas Ilhas Maldivas. Você deve, idealmente, pedir ao seu hotel para providenciar uma traslado para você. Se não, há uma balsa pública que percorre do aeroporto de Malé para o Bandos Resort, que fica cerca de 5 minutos de Kuda Bandos. A ilha permanece fechada às sextas e sábados e nos outros dias você terá que pagar uma quantia de aproximadamente 10USD para entrar. Saia de manhã cedo e leve comida para aproveitar ao máximo seu piquenique particular. Galpões de cozinha também são oferecidos para o preparo das refeições.

A orla do norte de Malé é o Centro Comercial da cidade e o local de seu famoso Mercado de Peixe. Quando os dhonis de pesca retornam com suas capturas todas as tardes, o mercado se torna um centro de atividade. Nos dias de hoje, a captura principal é o atum. Existem outros mercados na área que vendem peixe seco e produtos frescos trazidos por dhoni (típica embarcação nas Maldivas) de atóis próximos.

Veja também:  Conheça os principais hotéis brasileiros premiados
Ilhas Maldivas
créditos: maldives.net.mv

Onde comer em Malé:

Sala Thai

Um dos restaurantes mais populares em Malé, serve cozinha tailandesa. Com interiores maravilhosos e um vasto menu, a Sala Thai tem excelente comida e, portanto, é imperdível.

créditos: salafamilymaldives.com

Sea House Maldives

Este é um restaurante capaz de saciar todos os desejos possíveis de comida, desde indiana e italiana até a autêntica tailandesa. Vale muito a pena conhecer o Sea House Maldives.

créditos: TripAdvisor

Sugestões de hotelaria nas Ilhas Maldivas:

Se nas Ilhas Maldivas os hotéis competem entre si para oferecer a mais luxuosa experiência de viagem que você já teve, em Malé não é diferente: eles fazem questão de colocar o turista no centro das atenções. Por ser um destino exótico muitas pessoas procuram o país para garantir tratamentos corporais e experiências diferenciadas. Portanto, aproveite o momento para entrar em um tratamento de spa de luxo, ou dois, para relaxar e se sentir vivo. Desfrute da paisagem exuberante que os hotéis e resorts tem para oferecer.

CLIQUE AQUI E ESCOLHA O SEU HOTEL OU RESORT NAS MALDIVAS

O Hurb te ajuda a conhecer as Ilhas Maldivas, CLIQUE AQUI e garanta a sua viagem com o melhor preço!

Viva mais histórias com o Hurb!

Tags