Home » Curiosidades » Usando apenas peças de Lego criança autista monta réplica do Titanic
Curiosidades

Usando apenas peças de Lego criança autista monta réplica do Titanic

O menino Brynjar Karl Bigisson, morador de Reykjavik, na Islândia, foi diagnosticado com transtorno do espectro autista (TEA) ainda criança. Aos 5 anos começou a se interessar por Legos e passava horas construindo qualquer coisa que vinha na sua imaginação.

Usando apenas peças de Lego criança autista monta réplica do Titanic 2
Créditos: BountyStar

Um dia, Brynjar foi pescar com o seu avô e ficou encantado com os barcos que viu durante o dia de pescaria. Nessa época ele já conhecia a história do Titanic, mas não planejou nada muito ousado. Quando chegou em casa, construiu apenas alguns barcos mesmo sabendo que poderia fazer mais.

Usando apenas peças de Lego criança autista monta réplica do Titanic 4
Créditos: Zusammengebaut

Aos 10 anos, Brynjar foi pela primeira vez ao Legoland, na Dinamarca e lá, viu modelos incríveis de aviões, barcos e casas 100% de Lego e pela primeira vez, começou a pensar em construir seu próprio modelo do Titanic.

– Clique aqui e compre ingressos para Legoland Flórida.

Usando apenas peças de Lego criança autista monta réplica do Titanic 3
Créditos: The Reykjavik Grapevine

A réplica demorou 11 meses para ficar pronta e foi um projeto familiar, já que o menino teve a ajuda do seu avô que reduziu o modelo original do Titanic ao tamanho das peças de Lego e da sua mãe que incentivava e comprava as ferramentas necessárias para que o navio fosse construído. Além disso, parentes e amigos também se ofereceram para ajudar nas despesas.

Créditos:TEDxKids

O Titanic de Brynjar mede aproximadamente 8 metros de comprimento por 1,5 metro de altura, e é o maior exemplar feito com Lego conhecido no mundo. Atualmente a peça pode ser vista no Titanic Museum Attraction em Pigeon Forge, Tennessee, nos Estados Unidos, onde deve ficar até dezembro de 2019.

Usando apenas peças de Lego criança autista monta réplica do Titanic 5
Créditos: olhaquevideo

O projeto também ajudou Brynjar a melhorar a própria condição. Antes de iniciar a tarefa, ele tinha problemas para se comunicar e se sentia triste e solitário. “Quando tudo isso começou, um funcionário da escola me ajudava com cada tarefa que eu tinha de fazer. Hoje, estou estudando sem a ajuda de ninguém. Minhas notas melhoraram e meus colegas de classe me veem como alguém superior. Também tive a oportunidade de viajar e conhecer pessoas maravilhosas”, contou.

Veja também:  Homem se aproxima de carro parado em semáforo e cria momento único
Usando apenas peças de Lego criança autista monta réplica do Titanic 6
Créditos: South China Morning Post

Legoland Califórnia Resort é o primeiro hotel Lego do continente americano